Egresso

PERFIL DO EGRESSO


A Faculdade de Nova Mutum – UNIFAMA tem por objetivo a formação integral do aluno, dotando-o de conhecimentos teóricos e práticos necessários para o exercício das funções inerentes ao curso que frequenta. A formação acadêmica sustenta-se na construção do conhecimento e pesquisa; formação integrada e trabalho em equipe; articulação entre teoria, prática e experiência profissionais.
As contínuas mudanças sociais impõem ao estudante do curso superior a construção de novos paradigmas capazes de solucionar questões de conflito oriundas da revolução tecnológica, das relações ambientais, indígenas, rurais, social, sem esquecer a necessidade de uma profunda formação ética.
Os novos profissionais devem adaptar-se à dinâmica do mercado de trabalho para o qual estão se preparando, de forma adequada, assegurando-lhe o pleno exercício da sua cidadania, habilitando-se a pensar e produzir, respeitando o direito de seus concidadãos.
Os egressos dos cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Nova Mutum – UNIFAMA deverão:
▪ estar aptos a desenvolver ações, tanto em nível individual quanto coletivo, dentro de seu âmbito profissional e na área de sua especialização;
▪ assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema a que esteja ligado, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos;
▪ realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética;
▪ desenvolver ações fundamentadas na capacidade de tomar decisões, visando o uso apropriado, a eficácia e o custo-efetividade, dos valores humanos e recursos materiais disponíveis;
▪ ser acessíveis e manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais e o público em geral;
▪ dominar a comunicação verbal, não-verbal, habilidades de escrita e leitura e de tecnologias de comunicação e informação;
▪ estar aptos, no trabalho em equipe multiprofissional, a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem-estar da comunidade, além de compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
▪ estar aptos a tomar iniciativas e a atuar com criatividade e inovação;
▪ ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática;
▪ ser empreendedores; e
▪ ter responsabilidade social no exercício de suas atividades profissionais.
▪ Para alcançar o perfil profissional delineado, devem ser desenvolvidas nos alunos, ao longo dos cursos, competências e habilidades para:
▪ reconhecer e definir problemas, equacionar soluções, pensar estrategicamente, introduzir modificações no processo em que estiver envolvido, atuar preventivamente, transferir e generalizar conhecimentos e exercer, em diferentes graus de complexidade, o processo da tomada de decisão;
▪ desenvolver expressão e comunicação compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nas comunicações interpessoais ou intergrupais;
▪ refletir e atuar criticamente sobre a esfera de sua atuação, compreendendo sua posição e função na estrutura ou sistema sob sua responsabilidade, controle ou supervisão;
▪ dominar os conhecimentos científicos básicos da sua área de atuação e ter raciocínio crítico na interpretação dos dados, na identificação da natureza dos problemas e na sua resolução;
▪ conhecer os princípios da metodologia científica, possibilitando-lhe a leitura crítica de artigos técnico-científicos e a participação na produção de conhecimentos;
▪ lidar criticamente com a dinâmica do mercado de trabalho e com as políticas de sua área profissional.
Os projetos pedagógicos dos cursos de graduação atendem às normas fixadas pelo MEC, por meio das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) fixadas pelo Conselho Nacional de Educação – CNE.
Os projetos pedagógicos dos cursos de pós-graduação lato sensu atendem às normas fixadas pelo MEC, especialmente, à Resolução CES/CNE nº 1/2001.
Os princípios metodológicos, delineados nas diretrizes pedagógicas, são consignados nos projetos pedagógicos dos cursos. Os projetos têm características inovadoras na organização curricular e nas metodologias de ensino e de aprendizagem.